terça-feira, 11 de maio de 2010

CAPÍTULO XIX

A fé sincera e verdadeira é sempre calma; faculta a paciência que sabe esperar, porque, tendo seu ponto de apoio na inteligência e na compreensão das coisas, tem a certeza de chegar ao objetivo visado. A fé vacilante sente a sua própria fraqueza; quando a estimula o interesse, toma-se furibunda e julga suprir, com a violência, a força que lhe falece. A calma na luta é sempre um sinal de força e de confiança; a violência, ao contrário, denota fraqueza e dúvida de si mesmo.


Já estou recorrendo ao evangelo pra me dar paciência!
Tomara que funcione, rs

Nenhum comentário:

Postar um comentário