quinta-feira, 18 de julho de 2013

Slow Food e o Brasil

suco de umbu


Minha amiga nutricionista Dra Letícia Carolino nos fala um pouco sobre o Umbu e o Slow Food.

"Extinção é o total desaparecimento de espécies ou subespécies. E sempre que ouvimos essa palavra, logo nos vêm à cabeça os animais. Mas, você sabia que existem mais de 750 produtos alimentícios com risco de extinção em 48 países?

O levantamento feito pela ONG internacional Slow Food desde 1996 e batizado de Arca do Gosto diz que as principais razões que levam o alimento à zona de risco são: perda da tradição no modo de preparo; produção complexa; coleta não sustentável; localização do produto em área devastada; e desinteresse do mercado, que fazem com que produtores desistam de cultivar determinadas espécies.

Além do risco de sumir do mapa, para estar na lista o alimento deve ter excelência gastronômica (rico em cheiro, sabor e textura), estar ligado ao contexto e à memória de uma comunidade, ser feito de modo artesanal e, de preferência, sustentável.

O Brasil é a bola da vez do Slow Food, neste ano o movimentos internacional, presente em mais de 150 países prevê abrir no Brasil seu primeiro escritório latino-americano, pois o Brasil é um verdadeiro continente, que ostenta um patrimônio de biodiversidade incrível.

A meta do movimento para 2020 é fazer com que a Arca do Gosto alcance, no mundo, 10 mil produtos (atualmente estão catalogados 1.150), no Brasil existem 24 produtos na Arca como, umbu, arroz-vermelho, palmito-juçara, castanha de baru, pirarucu, pinhão, babaçu, pequi e outros.

O umbu por exemplo é um produto da caatinga e fonte de renda de produtores familiares e estava sendo substituído por frutas de fácil comercialização e que rendem mais. Hoje com ação do Slow Food, montou-se uma cooperativa como 59 produtores que recolhem o fruto e o transformam em produtos de qualidade, como compotas, que já são exportadas.

Com isso é uma maneira rápida de evitar que esses alimentos desapareçam. Aliás, vocês já tomaram suco de Umbu? Meu favorito!"

 

Nutricionista Dra Letícia Carolino


lscarolino@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário