terça-feira, 30 de agosto de 2016

O que é Bronquiolite





Da série "estou sem tempo para postagens completas" kkkk

Decidi dividir as postagens conforme for conseguindo =)

Chegou o outono .. portanto:

BRONQUIOLITE

Bronquiolite é uma Inflamação na parte final dos brônquios. A Circulação desse vírus geralmente é entre Abril e Maio (é um vírus sazonal, essa época de tempo seco é conhecido pelos picos das doenças virais) e o período de infecção dura de 07 a 10 dias.

Conhecida como a "Doença de outono", ela lota os PS! Normalmente afeta crianças até 02 anos de idade, sendo mais comum entre 03 e 06 meses.

O principal vírus causador da Bronquiolite é o VSR - VÍRUS SINCICIAL RESPIRATÓRIO. Dentre outros vírus que podem causar a Bronquiolite estão o ADENOVÍRUS, PARAINFLUENZA E O INFLUENZA.

Inicialmente os sintomas são como de uma gripe comum. Mas podem evoluir para a Bronquiolite e até pneumonia.

Esses vírus são contagiosos passando de pessoa pra pessoa através de secreções, contato direto.

A Bronquiolite é diferente da Asma.

Principais sintomas:

 * Tosse intensa

* Febre baixa (geralmente não passa de 39)

* Dificuldade para respirar, incluindo chiado no peito (sibilância), movimentos respiratórios rápidos ou até mesmo apnéia. (a barriga afunda junto com o peito - tórax - faz força com o nariz para tentar respirar melhor) .. em alguns casos a evolução da doença leva ao "bebe chiador".

* oxigenação do sangue baixa (só pode ser medida com um oxímetro, ou vc compra e aprende a usar ou vá em hospitais confiáveis .. ainda conto pra vcs a história da "quase" entubação desnecessária do meu filho por causa de uma merda de profissional e de um aparelho ruim)

* Vômitos

* Irritabilidade

* Diminuição do apetite

* Cianose: coloração azulada ao redor da boca e na ponta dos dedos quando atinge um nível de dificuldade respiratória alta

* Dor de ouvido

* Conjuntivite

Como se trata:

Geralmente é utilizado tratamento para alívio dos sintomas, por se tratar de um vírus ele precisa ir cedendo sozinho. Caso a criança seja muito pequena então é provável que precise de internação para acompanhar a evolução da doença (como são mais fracos, a imunidade ainda é instável).

É utilizado geralmente um tratamento para o suporte respiratório. Oxigênio, broncodilatadores e corticóides.

Algumas crianças (mesmo após a cura da bronquiolite) continuam com o chiado no peito (bebe chiador), essas precisam de um acompanhamento com médico (pneumologista).

Fatores de risco para complicações da Bronquiolite:

* prematuros.

* crianças com má formação (pulmão ou coração).

* bebes menores de 03 meses.

* desnutrição.

* doenças crônicas.

******************************************************************************************************************************************************

Aprendemos o que é Bronquiolite, como ela se manifesta e como tratá-la.

Agora vou falar um pouco de minha experiência com o Lucas e essas doenças sazonais.

Sempre que ia ao PS com o Lucas o diagnóstico era todo esse aí, independente de ter complicação ou não. (chamo de complicação uma dor de garganta ou otite). Os médicos de PS nunca me explicaram absolutamente nada sobre bronquiolite. Aprendi sozinha. Demorei para encontrar uma pediatra para meu filho.

Os remédios que passavam pra ele eram um antibiótico (geralmente azitromicina), inalação com berotec - que fez muito mal pra ele, então nos adaptamos melhor ao aerolim (atenção, não pode ser usado junto com berotec, ou um ou outro), que é um broncodilatador e o corticóide predsim.

Sempre essa mesma receita de bolo. E digo que infelizmente é isso que eles podem receitar porque assim como a Bronquiolite, diversas outras doenças que atacam os bronquios só tem bons resultados no tratamento com esses 03 remedios (ou tipo de remedios) juntos.

O que vc como mãe deve ficar atenta é:

** nas quantidades das medicações que vão indicar ao seu filho, já receitaram 05 gotas de berotec em inalação e meu bebe tinha 01 ano na época. Apenas leia antes de sair administrando, isso que passaram pro Lucas era muito!

** na frequência que ele está tomando esses medicamentos. O corticoide só pode ser administrado por 05 dias .. uma vez receitaram 01 mês pra ele ... oi?

** antibióticos fazem muito mal, avalie e converse se realmente são necessários .. vc pode achar que é melhor e sara de uma vez, mas o corpo vai criando resistência aos antibióticos e cada vez mais seu filho vai precisar de mais e mais fortes!

Procure sempre um acompanhamento com um pediatra .. os médicos de PS fazem o que está ao alcance pra tirar da crise, mas tratamentos não é com eles. Então se vc chegar 06 vezes seguidas no PS vai receber 06 vezes atendimentos diferentes e talvez sem a atenção necessária que seu bebe merece e necessita.

Outra coisa, leia e questione métodos, diagnósticos e procedimentos. Eles estudaram, mas não são donos da verdade. Não estou contra os médicos, antes que me xinguem. Mas já passei muito sufoco com erros médicos (sim, foi mais de um). Portanto questionem sim. O lucas teve inúmeras infecções das vias aéreas, repetidas vezes, eu sempre contava a historia toda pro medico, quantas vezes já teve a crise ou qual o sintoma, blah blah blah e e e .. nada .. passavam a receita de bolo e mandavam pra casa... Hoje, eu sei que tudo isso que meu Lucas teve já era uma asma e que as crises que ele tinha eram um aviso, as complicações eram decorrentes da asma, e sim, um medico que tivesse prestado atenção nele saberia diagnosticar, prestaria atenção na historia e ligaria os fatos e também saberia ate mais do que eu que o corticoide inalatório tem menos efeito colateral que os 600 vidros que meu bebe tomou em um ano. Beijo grande para a equipe de inúteis que me atendeu. Agora podem me xingar que eu xingo de volta .. E o meu agradecimento á unica que prestou atenção e me ajudou!

Sites de pesquisa: um monte. O problema é que tenho um caderno com inúmeras anotações. O Lucas passou por muitas complicações, então estudei muito mas não anotei a fonte. Caso algum site sinta-se magoado, não fique não, sinta-se privilegiado de ter sido instrumento de pesquisa.

Boa sorte mamães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário