terça-feira, 6 de setembro de 2016

Como escolher a Creche / Berçário do Bebê #MãesQueTrabalhamFora

foto 3

 

E a licença maternidade terminando e a agonia começando. Agora que já passei por essa fase desesperadora e atribulada posso falar com mais calma e clareza (tudo que uma mãe que está voltando ao trabalho e tendo que tomar decisões sobre os cuidados com seu bebe não tem rsrs).


A dúvida que super se manifesta é:


Creche? Vovó? Parar de trabalhar? Sogra? etc etc etc


** Minha história: contei com minha mãe pra ficar com o Lucas até ele completar 01 ano (ou até que ela aguentasse kkk) afinal, ela já criou os dela né? Nós (meu marido e eu) lhe dávamos o valor que eu pagaria no berçário. Ela nunca cobrou, eu que fiz questão de lhe dar afinal, estava cuidando do meu filho e isso cansa né? hahaha


Então, voltei a trabalhar e meu gordelício estava com 05 meses e 15 dias.


Porque não escolhemos o berçário? Porque minha mãe não trabalhava fora e tinha essa disponibilidade. Mas com 01 ano, conforme combinado, colocamos o Lucas na escolinha, ele entrou no berçário 02. **


Agora algumas dicas para escolher a creche / berçário para seu bebe:


* Localização: Escolha uma creche de fácil acesso para você ou seus familiares. Por exemplo, nós moramos em uma cidade e a creche do Lucas fica na cidade vizinha, próximo à casa da minha mãe e do trabalho do meu pai. Meu marido e eu trabalhamos longe. Então nossa principal dúvida era se deixaríamos o bebe perto de quem pudesse socorrer em uma emergência ou iríamos expô-lo diariamente à mais de 2 horas de trânsito por dia. Nós temos carro, portanto facilita esse vai e vem todos os dias. No geral, meu marido leva e eu busco (salvo exceções, compromissos e reuniões onde essa rotina é alterada).


* Peça ou procure por referências ou reclamações: Hoje em dia todo mundo fala tudo e principalmente na internet. Use-a como aliada. No meu caso eu não tinha pra quem pedir referência, de minhas amigas eu sou a primeira a ter filho e passar por toda essa seleção. O bom é que as próximas já tem alguma mínima referencia pra levar em consideração né? rsrsrs Voltando. Não pude pedir referência pra ninguém, mas pesquisei na internet. Procurei processos jurídicos, trabalhistas, dívidas, encrencas e nada. Ufa! Bota no google gata. Aparece tudo!


* Creche particular ou creche pública? Primeiro avalie seu orçamento. Você pode dispor do dinheiro de uma creche particular ou não pode? Essa é a sua primeira decisão! Aqui onde moro tem creches públicas ótimas e todo mundo elogia, você não escuta reclamação. Mas pra conseguir uma vaga você tem que usar a creche que é próxima da sua residência. Moro em uma região antiga e com muitas fábricas, sem muita atenção da prefeitura entendem? Nem ponto de ônibus fácil tem. Então quando fomos visitar a creche que nos foi dita a vaga ela estava caindo aos pedaços (inclusive eu fiz uma reclamação na prefeitura sobre isso). Onde as crianças se alimentavam não tinha piso, era cimento batido, varias coisas quebradas e por fazer e a moça da secretaria que nos foi mostrando a creche e sua rotina pedia desculpas e falavam que iriam arrumar. O portão estava aberto e entrava e saía quem tivesse vontade. A creche que uma colega usa é um bairro pra frente, completamente diferente, mas não nos permitiram vaga nela por causa do cep.      Eu não gostei, fiquei com raiva por esse descaso por bairro e decidimos apertar um pouquinho mais e procurar a particular que o Lucas está hoje.


* VISITE O LOCAL SEM AGENDAR HORA: Há! Pegadinha do malandro! Salsi fufu mamãe chegando pra visitar creche! Há! kkkk Sim, isso parece besteira mas já me falaram que creche que agenda horário esconde coisa! Nós fomos visitar. Chegamos e a moça da recepção nos atendeu bem. Sem frescura ain ain .. Falou o que eu precisava saber: Quais os horários da creche, valores pra cada horário (período integral, meio período, estendido, férias), uniforme, material, atividades, alimentação, cardápio (se é nutricionista ou feirinha). E nos mostrou TODAS as instalações. Passada rápida no Maternal e fomos para cozinha e depois Berçários para explicação mais detalhada. Gostamos e fechamos (no dia seguinte claro).


* Durante a visita preste atenção aos detalhes: Detalhes e mais detalhes. Lembro que na visita eu reparei se os berços eram individuais e nomeados, se as crianças não ficavam confinadas em local escuro ou abafado (ou gelado demais), prestei atenção na higiene das cuidadoras (se estavam limpas e apresentáveis .. pode parecer bobagem, mas em uma que fui as cuidadoras estavam todas sujas e largadas, má impressão) .. Reparei na cozinha se estava limpa, modo de conservação de leites e alimentos, lembro que a fruteira estava limpa e com frutas novinhas. Espaço de higienização da criança, se elas usam álcool entre a higienização de uma criança ou outra. Se os pertences pessoais estavam identificados. Se o espaço é seguro ... Questionei muito, mas muito mesmo sobre os critérios de retirada da criança da escola. Eles guardam cópia de documentos das pessoas autorizadas pela mãe a retirar a criança. No começo só eu que pegava o Lucas, então um dia meu marido foi de supetão (pra fazer o teste) e deram a maior canseira nele. Pediram documento, e o deixaram trancado pra fora da escola até consultarem tudo kkkkkk #AMEI


* Quantas cuidadoras há por bebe? Até 01 ano é 01 cuidadora pra cada 03 bebes.


 ***********


SIGA SEU INSTINTO! Esse é o principal. Não adianta colocar no lugar mais caro se vc não gostar e não sentir que seu filho será bem cuidado.


É isso meninas, é simples mas é minha experiência.


Bjinhus e me contem como foi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário